top of page
  • Foto do escritorCamila de Aguiar

Branding Pessoal: entenda as duas etapas fundamentais

Construir uma marca pessoal forte e relevante não é um processo que acontece da noite para o dia. Além disso, o Branding Pessoal exige um protocolo composto por duas etapas fundamentais que, muitas vezes, acabam sendo invertidas – e colocar o carro à frente dos bois tem seu preço, como explicarei a seguir.


A primeira etapa consiste em ter uma definição clara de quem você é. A segunda, pensar em estratégias para comunicar sua essência de forma efetiva ao público-alvo desejado.


Entender quem você é


É comum que muitas pessoas pensem o Branding Pessoal a partir de estratégias de posicionamento nas redes sociais – afinal, presume-se que o autoconhecimento seja, de certa forma, fácil de alcançar ou até inato. Embora a maioria das pessoas acredite ter consciência de si, apenas 10 a 15% das pessoas realmente são autoconscientes.


Você acredita estar entre os 10% ou os 90%?


Chegar à resposta só é possível a partir de um exercício que chamo de Alinhamento de Expectativas. Nele, traçamos dois círculos que se interseccionam no meio. De um lado, escrevemos aquilo que pensamos sobre nós. Do outro, aquilo que os outros pensam a nosso respeito. No meio, aquilo que tanto você quanto os outros pensam sobre você.


Aquela pequena intersecção mostra o quanto de nós realmente conhecemos – o que está nas duas extremidades é material rico para a autorreflexão. Sem compreender quais são as características que nos constituem, sejam boas ou ruins, não existe como criar uma marca pessoal (quem dirá pensar em um planejamento de comunicação!) que dê conta de cumprir com os três C’s imprescindíveis do branding pessoal: clareza, coerência e constância.


Brandin Pessoal é expressar quem você é


Depois de visualizar tudo aquilo que constitui o seu DNA, dos valores à missão, é que você poderá se expressar de forma a contribuir com a construção do seu Branding Pessoal. Atropelar a primeira etapa pode ser um tiro no pé: em tempos de cultura do cancelamento e posts virais, as incoerências expostas nas redes sociais podem colocar a sua reputação em risco, muito mais do que ajudar a impulsioná-la.


Além disso, uma comunicação regada à reflexão e bom planejamento, pautada em uma consciência real acerca da sua personalidade e habilidades, é a melhor ferramenta para potencializar suas forças e, dessa forma, construir uma marca pessoal positiva e, acima de tudo, autêntica.

Inscreva-se no meu canal do Youtube! Lá também compartilho assuntos relacionados a Branding Pessoal!

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page